Saúde

Contraceptivo de emergência

Nunca será demais enfatizar: a pílula do dia seguinte não deve ser usada indiscriminadamente nem substituir o método contraceptivo de uso regular.

Embora já esteja no mercado há bastante tempo, ainda há muitas dúvidas sobre o uso da pílula do dia seguinte, como por exemplo: depois de ter feito sexo desprotegido qual é o momento certo de usar? Posso tomar a pílula mais de uma vez? Ela é abortiva? É eficaz? Algumas mulheres ainda ficam confusas quando o assunto é esse famoso método contraceptivo.
A pílula do dia seguinte é um contraceptivo de emergência, portanto deve ser utilizada somente em último caso, em casos esporádicos e de descuido. Deve ser usada quando a camisinha estoura no momento da ejaculação ou quando se esquece de tomar a pílula anticoncepcional durante dois ou três dias e só se lembra no momento do coito. Em casos de estupro é amplamente utilizada e necessária. Portanto, não se deve fazer de seu uso um hábito, nem tomar mais que uma dose ao mês. A recidiva no uso da pílula associada ao não uso de preservativos pode levar a graves consequências como: o risco de aumento de efeitos adversos e propagação de doenças sexualmente transmissíveis, como a AIDS, sífilis, gonorreia entre outras.
A pílula do dia seguinte é um hormônio sintético que atua como inibidor da ovulação, ou seja, atua impedindo que aconteça o processo de fertilização do óvulo pelo espermatozoide. Apesar de ser interpretada por muitos como uma solução prática para evitar a gravidez indesejada, esta pílula é apenas indicada para casos de emergência e deve ser usado com cautela. A venda indiscriminada do comprimido mostra a mudança no modo de se evitar a gravidez, ou seja, amplamente utilizada de forma irresponsável.

IMG_5348

O mercado disponibiliza dois tipos de pílula do dia seguinte:
• Cartela com 1 comprimido, composto de 1,5mg de levonorgestrel
• Cartela com 2 comprimidos: composto cada um de 0,75mg de levonorgestrel

Não existe diferença entre os dois tipos de pílula do dia seguinte, uma vez que a dosagem é a mesma. Ambas representam uma enorme carga de hormônios ingerida de uma só vez, diferentemente das pílulas anticoncepcionais convencionais que costumamos consumir diariamente e que possuem uma menor dosagem na sua composição.
O ideal é que a mulher tome a pílula o mais próximo possível da relação sexual desprotegida. Mas ela tem até 3 dias (72 horas) para fazer isso. Nas primeiras 24 horas a eficácia da pílula é de 88%. Esta vai perdendo eficácia à medida que aumentam as horas. Geralmente indica-se que a mulher tome um comprimido e espere 12 horas para tomar o outro. Entretanto, para não haver esquecimento, ela pode tomar os dois de uma vez só. Ou seja, 1,5 mg dose única. A pílula do dia seguinte não é tão eficaz se for tomada após 72 horas da relação sexual.
A maioria das mulheres sempre tem a duvida se pode continuar a tomar o anticoncepcional oral depois de ter tomado a pílula do dia seguinte: o ideal é esperar o próximo ciclo menstrual e aí começar uma nova cartela do anticoncepcional de uso diário. Se usada frequentemente, a pílula do dia seguinte pode prejudicar o funcionamento do aparelho reprodutor feminino e dificultar futuras gestações desejadas. Também pode aumentar o risco de gravidez ectópica.
Uma dose da pílula do dia seguinte contém o equivalente à metade de uma cartela de pílulas anticoncepcionais tradicionais, dessas que a mulher usa todos os dias. Essa enxurrada hormonal pode trazer efeitos colaterais fortíssimos. É possível que provoque vômitos – se isso acontecer nas primeiras duas horas após a ingestão, a dose deve ser repetida. Outros sintomas como vertigem, cefaleia e dor nas mamas e, na maioria das vezes, altera o fluxo normal da mulher, desregulando a menstruação. Dependendo do dia em que foi tomada, a pílula pode adiantar o sangramento ou mesmo retardar a menstruação. Em mulheres que amamentam, pode diminuir a quantidade do leite materno.

IMG_5349

Apesar de todos os métodos contraceptivos disponíveis e do amplo acesso à informação, uma pesquisa recente realizada pela Casa do adolescente de São Paulo indicou que 25% das adolescentes já usaram a pílula do dia seguinte para evitar gravidez. O estudo, que entrevistou 600 adolescentes com idades entre 10 e 15 anos, mostrou que 75% das meninas e 60% dos meninos já conheciam o método para evitar uma gravidez. Alguns admitiram usá-lo mais de uma vez ao mês.
Nunca será demais enfatizar: A pílula do dia seguinte não deve ser usada indiscriminadamente nem substituir o método contraceptivo de uso regular. É importante que na hora da escolha do anticoncepcional a mulher procure seu medico para juntos escolherem o método mais eficaz. Não se automedique.
Como pode ser comprada em qualquer drogaria, e não é preciso receita medica, não significa que possa ser usada de forma irresponsável. Também é distribuída, sem necessidade de receita médica, nos hospitais públicos e postos de saúde. Lembre que existem métodos anticoncepcionais mais efetivos e menos nocivos à sua saúde, e nunca esqueça que o uso da camisinha é fundamental mesmo que já utilize algum outro método de forma regular, pois te protege não só de uma gravidez, mas de ISTs ( Infecções sexualmente transmitidas ).
Tenha uma vida sexual prazerosa e saudável.

Biografia:

IMG_6146

Michele K. B. Machado formou-se em Farmácia, no ano 2000, pela Universidade Metodista de Piracicaba. Focou seus estudos na gestão de pessoas e, no varejo farmacêutico, onde atuou nestes 18 anos de formação.
Sua responsabilidade profissional e, seu viés social proporcionaram verdadeiros cases de sucesso no cuidado à saúde da comunidade. Sempre pautada em orientações verticalizadas e socialmente necessárias contribuiu para a manutenção e geração de cuidado à saúde das comunidades em que esteve inserida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: